terça-feira, 19 de julho de 2016

1º Encontro Estadual do SENGE JOVEM

Durante o dia 16 e 17 de julho, o EMEA e a Alcance estiveram presentes no primeiro encontro estadual do Senge Jovem que ocorreu em Faxinal do Céu, PR. O evento foi um marco para o Senge Jovem que, após 3 anos de existência, realizou o primeiro encontro com o tema "Toda Noite Tem Auroras". O encontro teve por objetivo integrar a graduação com as diversas categorias profissionais de engenharia e geociências, encontrando no Sindicatos dos Engenheiros um espaço para discussão e atuação coletiva. Também teve por propósito promover a integração das coordenações regionais do Senge Jovem, bem como um debate de formação dos futuros profissionais de engenharia. Durante os dois dias de encontro foram realizados debates e palestras sobre extensão universitária na engenharia, as relações de direitos trabalhistas dos engenheiros, mercados de trabalho, questões de gênero, políticas públicas e engenharia e desenvolvimento. 


 Integrantes da coordenação do Senge Jovem, do EMEA e da Alcance.





























Estudante de Engenharia Civil da UFPR e membro da empresa junior Alcance: Matheus Yago;Estudante de Engenharia Civil da UFPR e membro do EMEA: Amanda Gallucci; Estudante de Engenharia Civil da UFPR e membro da empresa junior Alcance: Henrique Vieira.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

EMEA Representando no CBPAT


É com enorme orgulho que o Escritório Modelo de Engenharia Civil vem, por meio deste comunicado, agradecer as integrantes Heloise Cezario e Camila Machado da Rosa por representar o Escritório e a Universidade no CBPAT (Congresso Brasileiro de Patologia das Construções). As alunas, junto com a ex-aluna e ex-EMEA Laura Silvestro, apresentaram os seguintes artigos durante os dias 19/04 e 20/04/2016.

Alunas Camila Machado da Rosa e Heloise Cezario representando a UFPR no CBPAT2016


  • Análise Das Condições Estruturais Para Recuperação De Obras Abandonadas: Um Estudo De Caso (PRF) – Escrito pelos graduandos: Cezar Falavigna, Camila Machado da Rosa, Ian César Amos Esteves,  pelo engenheiro Diego Jesus de Souza e pelo Prof. Mauro Lacerda Santos Filho – Apresentado pela Camila Machado da Rosa.


  • Influência Da Frente De Carbonatação Na Resistência Superficial Do Concreto Obtida Pelo Método Da Esclerometria – Escrito pelo graduando Gustavo Roldo Gomes, pelos engenheiros: Diego Jesus de Souza, Giovana Costa Réus e Laura Silvestro e pelos professores: Mauro Lacerda Santos Filho e Marcelo Medeiros – Apresentado pela Laura Silvestro.


  • Manifestações Patológicas Mais Frequentes Em Obras De Arte Especiais Com Duas Vigas Longitudinais – Escrito pelos graduandos: Heloise Cezario e Isabela da Silva Grossi,  pelos engenheiros: Diego Jesus de Souza e  Éric Flôr e pelo Prof. Mauro Lacerda Santos Filho – Apresentado pela Heloise Cezario.


  • Manifestações Patológicas Mais Comuns Em Obras De Arte Especiais Para Morfologia Em Viga Caixão – Escrito pelos graduandos: Heloise Cezario, Edieinys Pacheco e Flávia Kosloski, pelos engenheiros: Gabriel Pereira Marinho e Elaine Souza dos Santos e pelo Prof. Mauro Lacerda Santos Filho – Apresentado pela Heloise Cezario.


  • Metodologia De Cadastro E Avaliação De Desempenho De Obras De Arte Especiais – Escrito pelos graduandos: Letícia Andrade e Camila Machado da Rosa pelos engenheiros: Éric Flôr e Ingrid Giacomeli e pelo Prof. Mauro Lacerda Santos Filho – Apresentado pela Camila Machado da Rosa.


Também agradecemos as alunas e integrantes do EMEA: Heloise Cezario e Camila Machado Rosa, e dos alunos e integrantes do PET Civil: Marcela Dutka Hortega e Lucas Ghion Zorzan, pela participação no PatQuiz conquistando, para a Universidade Federal do Paraná, o segundo lugar

Equipe UFPR participando do PatQuiz
Camila Machado da Rosa, Marcela Dutka Hortega, Heloise Cezario e Lucas Ghion Zorzan, respectivamente. 

terça-feira, 13 de outubro de 2015

EMEA inspeciona Ponte sobre o Rio das Antas!

-Nome: Ponte sobre o Rio das Antas
-Localização: Irati
-Rodovia: PR153 Km: 324,4
-Tipo: Ponte em vigas
-Comprimento: 32,4 m
-Largura: 10,4 m



No dia 15 de julho de 2015 a equipe composta pelo mestrando Gabriel Marinho e pelos graduandos: Flávia Kosloski, Gabriela Becker Domingues, Igor Rodeghiero Ferreira e Laura Silvestro; inspecionaram a Ponte sobre o Rio das Antas. O curioso sobre essa Obra de Arte Especial é o fato de possuir vigas protendidas transversalmente, um modelo antigo de execução. São 16 vigas com perfil “I” protendidas para se comportarem como uma estrutura só.

Vista Inferior da Ponte sobre o Rio das Antas

Pode-se observar a protensão transversal.


A equipe realizou um pequeno vídeo no qual é possível perceber a vibração do tabuleiro.

video


Em toda construção são previstos os deslocamentos que dependem do solo em que está construído, dos vínculos entre os elementos e da solicitação exercida na estrutura por carregamentos. Tais vibrações podem ser perceptíveis ou imperceptíveis ou tornarem-se perceptíveis após mudanças nas solicitações.  

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

EMEA inspeciona Ponte sobre o Rio Capivari III


A equipe do Eduardo (Flávia, Diego, Camila e Cauê) realizou inspeção nessa OAE e se surpreendeu com a morfologia. Esta ponte foi a única das 132 inspecionadas até agora que possui sistema estrutural em arco. O arco apresenta seu ponto mais alto à 8 metros do chão, com inclinação inicial de 34°. Confira as fotos abaixo:


Localização da Obra de Arte Especial
-Nome da OAE: Ponte Rio Capivari III;
-Aproximadamente 30 km da UFPR - -Politécnico; 
-Rodovia: 476 PR;
-Km: 103,5;
-Extensão: 58,57 m.


Vista inferior.

Encontro e montantes.

Vista inferior: Laje em balanço.

Elementos estruturais.